4 boas práticas para a gestão de propriedades rurais

 em Dicas

Assim como em qualquer outra empresa, a gestão de propriedades rurais é fundamental para melhorar a eficiência do cultivo e se destacar da concorrência. Atualmente, os consumidores estão mais exigentes e demandam produtos com mais qualidade.

Dessa forma, ter uma boa administração é primordial para aumentar o seu faturamento. Separamos neste post algumas dicas para você implementar na sua lavoura e colher resultados melhores no futuro. Confira!

1. Tenha cuidado com as finanças

Uma gestão eficiente começa com uma boa utilização dos recursos. As finanças devem ser planejadas antes do plantio para evitar o endividamento e problemas para o produtor. Com as informações da última safra e o conhecimento sobre o mercado, é preciso estipular um orçamento e atualizá-lo com todas as entradas e saídas de dinheiro.

Outro ponto é a questão da documentação e do recolhimento de impostos. Usar um sistema de gestão evita falhas nas contas da empresa e, consequentemente, multas e prejuízos.

Não deixe de controlar essa área com frequência e, se for possível, busque uma assessoria contábil para garantir o aumento da sua produção e dos seus ganhos sem problemas com as autoridades.

2. Padronize os processos

Conceitos como agricultura de precisão e rotação de culturas são fundamentais para uma melhoria nos produtos da sua lavoura. Para isso, o produtor deve padronizar os processos e definir uma rotina com os funcionários. Tudo deve ser documentado para avaliar possíveis ajustes.

No campo, o calendário deve ser seguido à risca, pois o agronegócio segue uma temporalidade. Em caso de erros, a produção é comprometida. Também é importante considerar no planejamento os problemas que podem ocorrer nesse processo, como estiagem e clima desfavorável.

3. Faça uma gestão de pessoas adequada

Além de padronizar os processos, o gestor precisa redobrar a atenção com o ambiente de trabalho e com a produtividade dos funcionários. Contratar mão de obra qualificada não é das tarefas mais fáceis no campo. Isso pode indicar um outro caminho possível: investir na capacitação da sua equipe.

É importante também delegar corretamente as tarefas e ter essas informações organizadas em algum lugar. Um dos grandes erros das propriedades é não ter uma divisão clara das atividades. Essa desordem torna complicada a mensuração da produtividade dos funcionários. Ter esse feedback é vital para analisar a sua contribuição e promover mudanças caso seja necessário.

4. Use os avanços da tecnologia

A tecnologia proporciona uma assessoria para a gestão da lavoura. Softwares voltados para o agronegócio ajudam o produtor com a quantidade de insumos necessários, com as operações necessárias e com o controle da saúde financeira. Isso é fundamental para reduzir os custos e aumentar o faturamento.

Esses avanços também estão presentes durante o cultivo, como o uso de drones e de sistemas de monitoramento. Os equipamentos detectam áreas improdutivas e medem o consumo de água das plantas. Assim, ajudam a diminuir o desperdício de água e a melhorar os níveis de eficiência do plantio — além de preservar o meio ambiente.

Essas práticas de gestão de propriedades rurais são fundamentais para garantir o fornecimento de produtos de qualidade e manter uma boa saúde financeira. Se você não tem capital suficiente para aplicá-las, existem opções de crédito rural para o investimento em tecnologia e melhorias na sua lavoura. O importante é se atualizar!

A área financeira deve receber uma atenção especial na sua propriedade. Confira como controlar adequadamente os seus custos para melhorar os seus lucros!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

inovação disruptivafintech de crédito
%d blogueiros gostam disto: