Agricultura digital: 4 ferramentas que podem ajudar na fazenda!

 em Agronegócio

O futuro do campo brasileiro é tecnológico e a produção de alimentos será, a cada ano, mais impactada pelo desenvolvimento dessas inovações. A agricultura digital mescla o conhecimento das pessoas envolvidas nessa atividade com soluções que aumentam a eficiência das safras e mudam a relação com o meio ambiente.

Essa revolução está ligada diretamente a conceitos como agricultura de precisão e big data, como você verá nos tópicos seguintes. O objetivo é produzir com mais qualidade, sem que represente um custo maior ou avanço da área desmatada. Isso é possível com tecnologias que propiciam o monitoramento de toda a propriedade e indicam resoluções para os problemas que surgem.

Separamos quatro ferramentas que aumentam a produtividade da sua lavoura, além de demonstrar como o crédito rural facilita esse processo. Continue a leitura!

Qual a realidade da agricultura digital no Brasil?

O Brasil é um dos maiores produtores de alimentos do mundo e é conhecido pelo alto aproveitamento das suas terras. Apenas 7,6% da área é utilizada para as plantações, contra 76,8% da Dinamarca, por exemplo. Porém, as inovações tecnológicas chegam com atraso em comparação aos países desenvolvidos.

Apesar disso, nos últimos anos, o país teve um avanço no uso de novas soluções para o campo. Um dos motivos é a criação de políticas para modernizar as lavouras, já que o aumento da população necessita que a produção de alimentos seja mais eficiente e tenha menor impacto no meio ambiente.

A implementação dessas tecnologias esbarra em algumas dificuldades no território brasileiro, como a conexão ruim de internet. Para a geração de dados em tempo real, que possibilitam tomar decisões mais precisas sobre a produção, é necessário um avanço na infraestrutura — principalmente em áreas mais distantes dos centros.

Muitas startups surgem no Brasil com o objetivo de facilitar o acesso às novas tecnologias. Elas são centradas em mercados específicos, como Internet das Coisas ou sensoriamento remoto, e têm como característica principal buscarem soluções para os pequenos produtores, que geralmente são deixados de lado nesse processo.

Quais as ferramentas da agricultura digital são benéficas para os produtores?

A criação de novas tecnologias não para e os agricultores brasileiros podem aproveitá-las para melhorar a produtividade das suas lavouras. Confira algumas ferramentas e suas aplicações!

1. Balões para monitoramento

O balão é usado para passeios aéreos em vários lugares do mundo, mas também é útil na agricultura. Nos últimos anos, esse objeto foi implementado no campo brasileiro para melhorar o acompanhamento das lavouras com uma conexão melhor de internet, já que a sua altura permite uma captação de sinal mais limpa.

A detecção de focos de incêndio e o monitoramento da colheita estão entre as suas funcionalidades. Esse equipamento também permite uma conexão entre o maquinário para aumentar a eficiência da produção. Uma startup de tecnologia desenvolve esses balões e oferece os serviços para os agricultores.

2. GPS

O Sistema de Posicionamento Global (GPS, na sigla em inglês) é um dos instrumentos necessários para implantar a agricultura de precisão no campo. Esse método permite um melhor aproveitamento dos recursos, o que aumenta a qualidade dos produtos agrícolas e o faturamento dos produtores.

O GPS tem muitas utilidades, como garantir a visibilidade dos produtores em períodos de chuvas ou na escuridão. Além disso, com as inovações tecnológicas, é possível programar as máquinas para que elas realizem as suas funções automaticamente e coletar dados importantes sobre o desenvolvimento das culturas e o aproveitamento dos recursos naturais.

3. Internet das Coisas

A Internet das Coisas é a criação de uma rede entre objetos, como eletrodomésticos, carros e até casas. A maioria das suas inovações ainda estão em desenvolvimento, mas esse é um mercado bilionário no Brasil e é um trunfo para aumentar a produtividade do agronegócio.

O aumento na eficiência da irrigação está entre as suas aplicações. Ligado a um centro de dados pela internet, o equipamento envia informações sobre a quantidade de água e pode ser ativado remotamente. Outro uso é no controle de pragas, que permite aplicar os defensivos no momento certo e com menor impacto ambiental.

4. Big Data

O Big Data é uma realidade em todos os tipos de empresas — nos empreendimentos do campo essa realidade não é diferente. O seu conceito é a geração de um grande volume de dados, com o objetivo de analisá-los com mais velocidade e encontrar respostas para as questões do negócio.

No campo, essas informações permitem um conhecimento maior sobre o processo produtivo, como a acidez do solo, a quantidade de nutrientes presentes e as condições climáticas. Com elas, o agricultor está munido de dados importantes para tomar decisões e buscar um aumento na eficiência da sua lavoura.

Como o crédito rural é importante para implementar essas tecnologias?

O crédito rural foi um mecanismo criado para facilitar o acesso a recursos no agronegócio brasileiro. Esse setor tem participação fundamental na economia, mas os pequenos e médios produtores tradicionalmente têm dificuldades para expandir a sua atuação e implementar as novas tecnologias.

Uma das modalidades desse financiamento é voltada exclusivamente para investimentos, que serve para a compra de novos maquinários, instalação dessas ferramentas citadas no tópico anterior ou aumento da área cultivada na lavoura. Em geral, as mudanças duram anos e, por isso, o prazo de pagamento é mais extenso.

A grande vantagem do crédito rural são as suas taxas de juros mais acessíveis — elas são fixadas pelo Banco Central e algumas modalidades têm carência para o início do pagamento. Dessa forma, é melhor buscar uma das instituições que oferecem essa opção do que pegar um empréstimo pessoal, que é mais complicado de quitar.

É importante salientar que, para contratar o crédito, o produtor precisa elaborar um planejamento com orçamento simplificado para justificar a utilização dos recursos. Por isso, ele deve estudar como aplicar essas inovações na lavoura e investir nessas melhorias de uma forma que o faturamento com a lavoura aumente e cubra os gastos com as parcelas.

A agricultura digital é uma realidade no campo brasileiro e os produtores precisam conhecer e aplicar essas ferramentas para ter uma vantagem competitiva no mercado. Com um planejamento rural eficiente e o acesso ao crédito, é possível adotar essas novidades mesmo com poucos recursos e garantir um aumento de produtividade na sua lavoura.

A SoftFocus atua junto às instituições financeiras com soluções digitais para facilitar a concessão do crédito rural. Entre em contato conosco e veja como nós podemos ajudar a sua lavoura!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

drones na agriculturaadministração rural
%d blogueiros gostam disto: