Como identificar clientes inadimplentes em potencial?

 em Cŕedito

Uma das situações que preocupa muitos gestores são os clientes inadimplentes. A chamada inadimplência trata-se de um problema que, caso não seja bem contornado, pode gerar uma verdadeira bola de neve que afeta as economias da empresa. Com o alto índice de desemprego no país e a crise econômica atual, a inadimplência é um fator que atinge muitos consumidores.

A inadimplência de uma grande quantidade de clientes pode diminuir os lucros do negócio, causar o aumento nas despesas e dificultar o pagamento de funcionários, fornecedores, além de custos operacionais e estoque. Consequentemente, a marca também pode se tornar inadimplente.

Quer saber mais sobre os impactos de clientes inadimplentes na empresa e como identificá-los? Continue acompanhando e confira! Boa leitura!

Quais os impactos de clientes inadimplentes na empresa?

Um grande volume de clientes inadimplentes afeta o fluxo de caixa da empresa, impactando no valor que vai ser destinado aos sócios no início de cada mês e nos valores que deveriam ir para novos investimentos, por exemplo.

Os problemas que podem ser causados por clientes inadimplentes são muitos em uma organização, como a necessidade de entrar em conflitos jurídicos com o consumidor e a desorganização financeira.

Como identificar clientes inadimplentes em potencial?

Confira a seguir os principais aspectos que facilitam a identificação dos clientes com potencial para deixar de cumprir com as obrigações financeiras!

Alteração no tamanho ou tipo dos pedidos

Se um cliente encomendar um grande volume de produtos, que não seja compatível com a época do ano ou com suas ordens típicas, certamente pode anunciar um problema. Um pedido bem acima do que o normal demanda um inquérito indireto de boa qualidade.

Um pedido muito alto pode indicar que o cliente, o qual certamente não consegue crédito com outro fornecedor, está manipulando o relacionamento com o seu negócio. Além disso, se a solicitação dos seus serviços ou se o tamanho dos pedidos for reduzido drasticamente pode ser que o cliente esteja com problemas de fluxo de caixa.

Mudança repentina em sua forma de pagamento

Uma atenção especial precisa ser dedicada aos clientes que modificam a forma de pagamento de maneira muito rápida. Principalmente os clientes que têm um histórico de relação sólida de negócios, que fazem o pagamento de forma regular e sempre dentro do prazo.

É bem possível que eventualmente esses clientes passem por dificuldades financeiras. Os pagamentos parciais repentinos de clientes que sempre pagaram o valor total também podem mostrar algo errado.

Uso de “desculpas” para o atraso no pagamento

Quando clientes são contatados por atrasos ou falta nos pagamentos, é bem comum que eles ofereçam diversas desculpas, tais como: “a pessoa da área de contas a pagar tirou férias”; “houve um problema de arquivo ou sistema”, ou ainda a famosa desculpa “nos esquecemos de enviar o pagamento”.

É preciso ver a quebra de promessas de pagamento como uma verdadeira cortina de fumaça para esconder a possível inadimplência que surgiu no período. Tenha atenção redobrada em casos como esse.

Uma vez que se detecta alguns desses sinais de alerta de inadimplência, há várias opções para resolver o problema. Por isso, manter uma boa comunicação com os clientes é fundamental, principalmente com antigos consumidores, que podem estar em dificuldade temporária.

Quais são as formas de evitar esse problema?

Confira algumas dicas relevantes para evitar a inadimplência!

Conhecer bem o seu cliente

O passo mais importante e essencial é fazer com que a sua empresa conheça, de fato, o seu cliente. Quando você sabe para qual público está oferecendo serviços ou produtos, você pode ter uma noção de como é o seu perfil como consumidor.

Incentivar o pagamento à vista

Incentive o pagamento via cartão de crédito ou à vista. Essas formas são bastante seguras para evitar que o cliente faça dívidas com você, uma vez que não vão ficar dependentes de enviar dinheiro para sua empresa.

Fazer pesquisas recorrentes dos clientes

Faça uma pesquisa para saber mais detalhes a respeito do histórico de compra dos clientes. Essa base de dados vai dar uma previsão sobre quais clientes podem, no futuro, causar incômodos com a inadimplência. Fazer essa pesquisa é imprescindível para que prejuízos financeiros sejam evitados no seu negócio.

Por meio do SPC, Serasa e demais associações, o seu negócio é capaz de verificar se o cliente apresenta pendências financeiras em outras empresas ou se está com o “nome sujo”. Consulte esses importantes órgãos.

Oferecer parcelamento para as compras

Uma das razões da inadimplência pode ser o valor alto a ser pago de uma vez só. Logo, oferecer o parcelamento pode ajudar para que o pagamento não prejudique o orçamento dos clientes.

Oferecer mais de uma forma de pagamento também é indicado quando o objetivo é reduzir a inadimplência. Permitir o pagamento, mesmo que seja feito em parcelas com mais de um cartão de crédito, certamente vai dar mais flexibilidade para os consumidores quitarem suas dívidas.

Estimular os bons pagadores

A inadimplência, infelizmente, tem se enraizado cada vez mais na cultura da população brasileira. Por isso, as empresas precisam aplicar estratégias objetivas a fim de estimular o pagamento em dia.

Basicamente, você pode oferecer aos bons pagadores pontuações em programas de fidelidade, descontos e, até mesmo, prêmios e brindes. Confira outras dicas relevantes para impedir a inadimplência no seu negócio:

  • a equipe de vendas deve trabalhar de maneira conjunta com o setor financeiro, afinal, é ela quem conhece o cliente da marca e vai poder fornecer diretrizes que sejam realmente assertivas para o setor lidar com a inadimplência de determinado cliente;
  • busque contratar ou elaborar um sistema que notifique os clientes sobre determinado pagamento. Uma boa saída para diminuir a inadimplência é automatizar essa solução, visto que em determinadas situações, o cliente pode não ter se lembrado de fazer o pagamento na data prevista;
  • se o cliente é novo na empresa, o mais adequado é que sua linha de crédito seja limitada. Com o tempo e a partir de um histórico de compra, você pode ou não dar mais liberdade quanto ao pagamento feito pelo cliente. Eduque-o de acordo com sua segurança;
  • nas vendas a prazo, procure sempre pedir a documentação da pessoa. Esse tipo de informação pode ajudar a diminuir as taxas de inadimplência, pois os consumidores estarão expostos.

Enfim, é bom deixar claro que o controle da inadimplência é uma condição indispensável para que o controle financeiro seja feito com eficácia. Hoje em dia, são muitas as empresas brasileiras que fecham as portas justamente por esse tipo de dificuldade.

Portanto, é importante estar atento e usar os melhores artifícios, estratégias e técnicas para fazer com que seus clientes inadimplentes quitem as dívidas para garantir a saúde financeira da sua instituição. Do contrário, como consequência, os gestores vão ver o desequilíbrio nos seus fluxos de caixa.

E aí, gostou do texto e quer continuar aprendendo com os nossos artigos? Então, aproveite para assinar a nossa newsletter e receba as novidades na sua caixa de entrada!

Powered by Rock Convert
Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

%d blogueiros gostam disto: