Como a Utilização de Softwares Impulsiona o Agronegócio?

 em Agronegócio

Com a transformação digital que tem sido propagada a todos os setores da economia, softwares que automatizam processos operacionais estão em alta, sendo utilizados em empresas de todos os tamanhos.

Na produção rural, a realidade não é diferente, sendo um dos setores que mais contribuem com o PIB brasileiro, a situação não poderia ser outra, mesmo que ainda exista certa resistência por parte do setor, os softwares que auxiliam na gestão e na produção ganham cada vez mais espaço no agronegócio.

Se você pensa que essas soluções de tecnologia só estão presentes nas grandes fazendas, a verdade é que está muito equivocado, pois com a popularização dessas aplicações, hoje é possível encontrar serviços inovadores para a realidade de qualquer propriedade rural, desde as de agricultura familiar até as maiores fazendas do país.

Por isso, pensando nessa realidade cada vez mais abrangente no agronegócio, separamos para você algumas informações valiosas a respeito de como a utilização de softwares contribuem com o dia a dia dos produtores do campo.

 

QUAL A NECESSIDADE DE ALIAR AGRONEGÓCIO E TECNOLOGIA?

O agronegócio é um dos setores cruciais da economia brasileira, só em 2019 os bens e serviços gerados pelo setor somaram R$ 1,55 trilhão, além de ser responsável por mais de 17 milhões de postos de trabalho.

Contudo, para além desses números, o Brasil representa hoje uma das figuras mais importantes para o futuro da humanidade, que será de 10 bilhões de pessoas até 2100, de acordo com projeções da ONU.

Devendo chegar ao patamar de maior produtor de alimentos do mundo nos próximos anos, o país desempenhará, em conjunto com os EUA e a União Europeia, um papel imprescindível na garantia da segurança alimentar global, pois estima-se que, até 2050, deverá haver um aumento de 70% na produção de alimentos.

Mas, para que isso seja possível, questões como o aumento da produtividade, a redução dos impactos ambientais, a diminuição do desperdício de alimentos e a mudança dos hábitos alimentares para uma alimentação mais saudável são essenciais na agenda do agronegócio brasileiro.

Em frente a tamanho desafio, as inovações tecnológicas surgem como uma importante alternativa para que o agronegócio possa enfrentar as necessidades de alimentação que crescem exponencialmente. Isso, pois, o uso de novas tecnologias nas mais diversas rotinas da produção agropecuária, isso é, desde a decisão de qual cultura será plantada até a venda e o escoamento da produção, favorece o setor possibilitando minimização de riscos, maior assertividade nas decisões tomadas, redução de resíduos gerados e aumento da produtividade com sustentabilidade ambiental, social e econômica.

Como reflexo dessa demanda pujante no agronegócio, hoje são identificadas pela EMBRAPA mais de 1100 startups e corporações que desenvolvem soluções tecnológicas para o setor, conhecidas como Agtechs.

Nesse contexto, há inúmeras empresas de tecnologia que pensam e desenvolvem soluções para todas as etapas da cadeia, por exemplo: pesquisa e desenvolvimento de insumos e máquinas agrícolas; softwares de gestão de água e resíduos; sensoriamento remoto; telemetria e automação; armazenamento e logística; marketplace de vendas; e rastreabilidade.

Desse modo, falar de tecnologia no campo não quer dizer apenas maquinários ultra modernos, sensores no solo e drones captando imagens das plantações. Pelo contrário, um dos segmentos que mais se destacam no mundo das Agtechs é o de softwares de gestão agropecuária.

De acordo com o Radar Agtech Brasil 2019, existem atualmente 122 empresas que trabalham com o desenvolvimento de soluções para a gestão de propriedades rurais. Atuando como produto ou serviço, essas soluções auxiliam nas mais diversas rotinas e têm apresentado excelentes resultados Brasil afora.

 

QUAIS SÃO AS VANTAGENS DE USAR SOFTWARES DE GESTÃO NO AGRONEGÓCIO

Desde os softwares de ERP (Planejamento de Recursos Empresariais) generalistas, que são adaptados às necessidades do agronegócio, até softwares desenvolvidos exclusivamente para esse segmento, há centenas de opções no mercado para quem quer automatizar processos operacionais de sua propriedade.

Assim, o uso de blocos de anotações ou de planilhas eletrônicas, como o famoso Excel, vão perdendo espaço para novas tecnologias que aceleram processos, disponibilizam informações rapidamente, contribuem nas tomadas de decisões, barateiam análises e diversos outros.

A grande questão é que ainda se encontra resistência ou falta de convencimento da importância da digitalização do agro, o que deixa o setor na última posição dos setores econômicos mais digitalizados.

Por isso, confira abaixo 5 vantagens que decorrem da adoção de softwares no agronegócio:

  1. Redução de custos

Uma das principais vantagens dos softwares de gestão é o aumento da produtividade e a redução de desperdícios. Isso ocorre, pois, essas soluções são capazes de integrar diversas informações sobre a produção criando previsões precisas a respeito do volume de insumos necessários, da quantia de defensivos que deverá ser usada no combate a uma praga, do volume de estoque e outras que auxiliam o produtor a identificar pontos de perdas e poupar gastos desnecessários.

 

  1. Maior eficiência

Com uma gestão controlada por soluções inovadoras todas as informações ficam disponíveis de forma sistematizada e de fácil acesso e leitura para toda a equipe, o que auxilia nas tomadas de decisões e agiliza todos os processos operacionais, além disso os riscos de erros e retrabalho oriundos do uso de blocos de anotações e da alimentação manual de planilhas eletrônicas são eliminados.

 

  1. Ganho de produtividade

Além dos itens já citados, que também refletem na produtividade, os softwares de gestão do agronegócio podem auxiliar em questões como a quantia de água necessária para fazer a irrigação, quanto fertilizante deve ser usado no solo, qual é o manejo adequado e quais as melhores e mais eficientes formas de combate a doenças e pragas.

Isso significa que o produtor terá à sua disposição informações preciosas para aumentar a qualidade e o volume de sua produção.

 

  1. Simplificação da contabilidade

Muitos softwares apresentam módulos que auxiliam a produção de todos os registros fiscais e contábeis da propriedade. Assim, há maior segurança e consistência nas informações e as integrações podem ser feitas de modo automático, minimizando-se as burocracias para o atendimento da legislação.

 

  1. Garantia de melhores preços

Com um bom software de gestão, é possível saber o quanto será vendido, quais serão os custos e quais serão os preços de venda estimados ainda na fase de planejamento da safra, de forma simples e assertiva.

 

Ademais, há diversas outras aplicações específicas que podem ser feitas com o uso de softwares no agro. Hoje, existem soluções para agricultura de precisão, agrometeorologia, manejo de pragas e doenças, análise de solo, rastreabilidade, irrigação inteligente, dados animais e outros.

Portanto, agora que você já conhece mais sobre a importância da utilização de soluções tecnológicas no agronegócio, verifique quais são as reais necessidades de sua propriedade e entre nessa onda tecnológica que está garantindo melhores resultados no mundo todo.

Postagens Recentes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

%d blogueiros gostam disto: