Como otimizar a aplicação de defensivos agrícolas? Descubra!

 em Agronegócio

A aplicação de defensivos agrícolas faz parte da realidade de muitos produtores rurais. Esses são produtos de origem biológica, química ou física que ajudam a controlar os problemas nas plantações. Tais componentes protegem contra pragas, doenças e insetos, responsáveis pela perda de até 80% da produção.

Ao mesmo tempo, o processo deve ser feito da maneira certa. As falhas jogam fora quase 50% dos agrotóxicos, então é preciso ficar de olho no quadro. Com as ações certas, você evita desperdícios, diminui os custos, aumenta o lucro e garante máxima efetividade.

Continue a leitura e veja dicas para melhorar a utilização desses elementos de proteção!

Confira as recomendações do fabricante

Antes de iniciar o processo, é indispensável conferir o que diz o fabricante dos defensivos agrícolas. Veja, por exemplo, para quais culturas, doenças e pragas o produto é indicado. Usar segundo a recomendação diminui o impacto no meio ambiente e favorece os resultados.

Além disso, na bula é possível verificar o nível de toxicidade e a forma ideal de aplicação. Aproveite para conferir as recomendações de aditivos ou adjuvantes. Eles servem para melhorar a pulverização e deixá-la homogênea, então são ideais para facilitar a tarefa.

Considere as condições climáticas no momento do uso

Para que a aplicação de defensivos agrícolas seja favorecida, não dá para desconsiderar as condições do clima. A dica é avaliar as principais características para definir o que vai afetar o processo.

Se o vento estiver forte, o líquido vai para fora do “alvo”. Nesses casos, será necessário ter uma gota mais “pesada”, pois ela será menos impactada.

Também é preciso evitar a baixa umidade aliada à alta temperatura. Isso aumenta o desperdício por evaporação, então é melhor escolher períodos frescos. O comecinho do dia ou o fim da tarde são os momentos mais adequados.

Acerte na periodicidade de aplicação de defensivos agrícolas

A frequência de utilização desses componentes é outra questão que merece a sua atenção. Isso porque, normalmente, a primeira aplicação é feita de maneira preventiva. Porém, ela pode não ser o bastante. Então, vale ficar atento à plantação.

Faça conferências semanais para identificar se surgiram insetos, pragas ou doenças. Avalie, ainda, as informações coletadas de outras safras. Se notar que apareceu um problema, realize uma nova aplicação.

Mas fique de olho para evitar a contaminação, não é recomendado usar o mesmo produto mais de duas vezes. Por isso, é essencial adquirir opções eficazes e que garantam bons resultados.

Invista na tecnologia de aplicação de defensivos agrícolas

Para melhorar a proteção da sua lavoura e prevenir desperdícios, é interessante recorrer à tecnologia. O uso de softwares permite coletar e analisar dados completos. Com esses recursos, é possível avaliar a quantidade dos produtos, a área de aplicação e o período ideal.

Também é válido recorrer aos equipamentos modernos. Drones, por exemplo, fazem a pulverização de forma controlada remotamente. Ainda há sistemas de pulverização e máquinas específicas que ampliam o rendimento, sem comprometer a proteção. Não se esqueça de regular e de realizar a manutenção para que os itens funcionem conforme o esperado.

Com essas dicas, é possível melhorar a aplicação de defensivos agrícolas e conquistar resultados diferenciados. Aplique as sugestões para ter efeitos robustos e conquiste mais efetividade!

Para ficar por dentro de outras dicas para a sua propriedade rural, assine nossa newsletter e receba conteúdos em primeira mão!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

como obter lucro em uma pequena propriedade rurallogística no agronegócio
%d blogueiros gostam disto: