Confira quais são as principais tendências do agronegócio

 em Agronegócio

Estar atualizado sobre as principais tendências do agronegócio e novidades do mercado é essencial para manter o seu negócio sempre com a produção em alta. Lembre-se de que esse é um mercado bastante aquecido no Brasil e, portanto, há uma forte concorrência no setor.

Por isso, é de extrema importância que você se dedique a observar quais são as principais tendências para o setor e passe a implementá-las em sua propriedade, potencializando resultados e conquistando um bom posicionamento no mercado. Confira os principais deles e fique atento!

Produção sustentável

A sustentabilidade é um dos pilares modernos da agricultura. Isso porque modelos antigos, que não priorizavam a conservação do meio ambiente, se mostraram completamente predatórias para a existência humana. Com ecossistemas podendo ser destruídos por meio da prática agrícola, há um prejuízo inestimável para espécies animais e vegetais.

A sustentabilidade, portanto, é fundamental para as práticas agrícolas atuais, diminuindo o desperdício e garantindo uma proteção essencial para o meio ambiente, conseguindo unir aumento da qualidade da produção agrícola e preservação ambiental.

Nanotecnologia

A nanotecnologia é um importante suporte para outras tecnologias aplicadas no agronegócio, principalmente dentro da agricultura 4.0 e Big Data. Utilizada, principalmente, por meio dos nanomateriais, seus objetivos principais são:

  • redução na concentração de aplicação de produtos químicos em vegetais;
  • diminuição da perda de nutrientes durante o processo de fertilização;
  • baixa na necessidade de aplicação de medicamentos em animais (nos casos de negócios que trabalhem em conjunto com pecuária);
  • aumento da vida útil dos produtos, visando minimizar desperdícios.

Drones

Os drones, agora com preços mais popularizados, são uma grande tendência, principalmente no setor de agronegócio. Se tratam de equipamentos de médio e grande porte, que podem ser utilizados para monitoramento da propriedade, obtenção de imagens, controle da produção, levantamento de dados, entre outras questões importantes que merecem a atenção do produtor.

Os equipamentos mais modernos são dotados de câmeras com alta resolução, capazes de realizar captação de imagens úteis para seus objetivos a longa distância.

Sensores de solo

Os sensores de solo dizem respeito às tecnologias que são implementadas em partes estratégicas do solo produtivo e que fornecem dados imprescindíveis para melhorar a qualidade do negócio, tais como, umidade do solo, variações climáticas, entre outros.

São úteis para determinar a qualidade do solo e identificar as intervenções que devem ser realizadas para melhorar as condições e ter um plantio que atenda e supere às expectativas dos seus clientes.

Inteligência Artificial

A inteligência artificial é uma importante tendência nos mais diversos setores e pode ser facilmente aplicado no campo. Por meio de dados que podem ser coletados, seja de forma manual, seja por meio de sensores e/ou Internet das Coisas, pode-se utilizar a inteligência artificial para avaliar as informações e encontrar soluções essenciais para o plantio e colheita.

Além disso, também pode ser usada da seguinte forma:

  • monitoramento e rastreabilidade da produção sem interferências humanas;
  • gestão de operações em tempo real;
  • tratores que funcionem sem componentes humanos, dirigidos por meio de inteligência artificial;
  • uso da Alice, assistente virtual, com quem o produtor pode conversar sobre questões da produção, entre outros.

Big Data

Big Data diz respeito à análise de dados robustos por meio de inteligência artificial e machine learning, como uma forma de buscar tendências, encontrar padrões e conseguir administrar melhor suas atividades no campo.

Por exemplo, quando um sistema automatizado analisa os dados meteorológicos enviados por meio dos sensores, é possível avaliar como será o padrão do clima para os próximos dias e administrar, com maior eficiência, questões relacionadas à irrigação, semeadura e colheita, evitando perdas produtivas e potencializando não só a quantidade de itens, mas também a qualidade dos produtos produzidos.

Normalmente, podem ser implementados em conjunto com a Internet das Coisas, de forma que os dados enviados pelos sensores nos maquinários possam auxiliar em um melhor controle da produção.

Internet das Coisas

A Internet das Coisas (Internet of Things ou IoT) é uma tecnologia na qual os objetos do dia a dia passam a ser dotados de tecnologia que permita, por meio de uma conexão à internet e inteligência artificial, enviar dados para um sistema.

São diversos sensores implementados em eletrodomésticos, prédios, peças, como torneiras, irrigadores, entre outros. Por meio dessas informações, torna-se possível identificar quais são os pontos que devem ser modificados, alterados ou potencializados para tornar seu agronegócio mais produtivo e sustentável.

Por exemplo, pode-se utilizar sensores em colheitadeiras, que enviarão dados para um sistema e apontará dados importantes de produtividade nessa atividade. Sendo possível, por exemplo, descobrir se há, até mesmo, a necessidade de manutenção preventiva, por meio de dados, como aumento no tempo de colheita.

Biotecnologia

Um dos principais pontos que é tendência na área de agronegócio é o uso da biotecnologia, que auxilia a ampliar as oportunidades na área de agricultura e bioindústria. Alguns dos benefícios e práticas que são obtidos por meio do uso da biotecnologia são:

  • criação de alimentos transgênicos;
  • plantio direto;
  • criação de plantas mesmo em condições adversas de solo;
  • redução nas pragas que afetam o plantio;
  • criação e desenvolvimento de espécies vegetais resistentes a insetos e que não sejam afetados por herbicidas;
  • preservação e plantio de árvores, entre outros.

É importante ressaltar que todas as aplicações de biotecnologia devem seguir as diretrizes da Lei de Biossegurança (Lei nº 11.105/2005), principalmente no que concerne à criação de organismos geneticamente modificados (os transgênicos).

Ficar atento às tendências do agronegócio é essencial para modernizar as formas de produção do seu negócio e conseguir resultados mais eficientes a longo prazo.

Porém, muitas das intervenções que citamos nesse artigo necessitam de investimento que, em muitas situações, estão acima do poder aquisitivo do produtor no momento. Para isso, torna-se importante contar com linha de crédito para implementá-las e modernizar o seu agronegócio.

Para descobrir as possibilidades de empréstimo, conheça o Credifocus e veja como ele pode ajudar você nesse processo.

Além disso, se você pretende investir em sensoriamento remoto, é importante entender a relação dele com a fiscalização realizada pelas instituições financeiras. Leia nosso artigo e tire suas dúvidas sobre o assunto.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

aumentar a produção ruralagronegócio
%d blogueiros gostam disto: