Cooperativa de crédito na era digital: conheça 3 tendências

 em Crédito Rural

Apresentar medidas práticas para atrair e fidelizar clientes que buscam cada vez mais velocidade e transparência em suas atividades financeiras. Basicamente, esse é o principal desafio da cooperativa de crédito na era digital.

Engana-se quem pensa que esse tipo de cooperativismo não precisa passar por etapas de transformação. Pelo contrário, é necessário estar alinhado as demandas atuais do mercado, normalmente impulsionadas pelas mudanças e/ou inovações. Afinal, mais do que proporcionar melhores experiências aos seus clientes, o “processo de digitalização” também contribui para o desenvolvimento de novos produtos e serviços.

Diante disso, preparamos este artigo para mostrar 3 tendências relacionadas a uma cooperativa de crédito na era digital. Continue a leitura e confira!

1. Automatização de processos

Embora já não seja mais nenhuma novidade, sabe-se que boa parte dos procedimentos manuais que ainda estão “enraizados” no modelo de trabalho das cooperativas tendem a ser automatizados, assim que possível.

Na verdade, muitos deles já podem ser executados de forma automática, porém, são poucos os que de fato os executam dessa maneira. Os softwares de gestão financeira servem como um exemplo de solução que permite as automações.

Nesse contexto, outra tecnologia que vale ressaltar são os chatbots, também conhecidos como “assistentes virtuais”. Em resumo, trata-se de uma tecnologia baseada em “robôs de conversação”, capazes de dialogar com os clientes de modo a solucionar suas dúvidas e problemas, agilizando o atendimento.

2. Uso de plataformas online

O uso de plataformas online também está entre as tendências da cooperativa de crédito na era digital. Com as melhorias da internet móvel, segurança e capacidade de utilização dos tablets e smartphones, quem não se permitir estar presente na palma das mãos dos seus clientes, será deixado para trás.

Entretanto, desenvolver uma plataforma online apenas por desenvolver já não é o suficiente, é preciso oferecer recursos e funcionalidades que a torne interessante e vantajosa de se usar.

3. Blockchain

Por último, falaremos um pouco do blockchain. Entre todas as tendências que correspondem à cooperativa de crédito na era digital, essa é sem a menor sombra de dúvidas a de maior potencial em relação às mudanças.

Isso ocorre por que, ao aplicá-la na instituição, muda-se completamente a forma como os dados são armazenados e protegidos. O nível de confiabilidade dessa tecnologia é extremamente elevado, pois tem como medida de segurança a descentralização das informações.

Isso significa que os dados financeiros não ficarão guardados em um único servidor, mas sim em milhares de computadores da rede, em uma espécie de “encadeamento de blocos”.

Vantagens das tendências digitais para as cooperativas de crédito

Para finalizar, nada melhor do que listarmos algumas das principais vantagens das tendências digitais para o cooperativismo de crédito:

  • aumento da produtividade;
  • redução de custos;
  • aumento da rentabilidade;
  • melhora do entendimento das necessidades do cliente;
  • ganho de confiabilidade perante ao mercado.

Enfim, o importante é compreender a inevitabilidade desses rumos para a cooperativa de crédito na era digital, começando a se preparar para eles o quanto antes, preparando seu negócio e estratégias a fim de alcançar o sucesso.

Gostou deste artigo? Então, veja também as 4 dicas para otimizar a análise de crédito!

Powered by Rock Convert
Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Fique por dentro da política de financiamento do BNDES para 2018retrabalho na análise de crédito
%d blogueiros gostam disto: