Fluxo de caixa na agricultura: saiba como reduzir o custo da safra

 em Agronegócio

O fluxo de caixa na agricultura é uma ferramenta indispensável para o controle de custos, pois é por meio dele que são registradas todas as transações financeiras da atividade agrícola. Tendo isso em vista, quando ele é mal administrado, o problema se estende a todos os setores do negócio. Afinal, se os seus recursos não são controlados, as chances de decisões erradas serem feitas aumentam muito.

Além disso, o fluxo de caixa possibilita que você tenha uma visão mais ampla das suas finanças, possibilitando que os gastos supérfluos sejam eliminados para garantir investimentos mais precisos.

Mas você deve estar se perguntando: como fazer um eficiente fluxo de caixa na agricultura? É isso que vamos explicar neste artigo. Continue a leitura e saiba como é possível reduzir os custos da safra!

Registre todas as fontes de receita e despesas

Registrar todas as receitas e despesas é o primeiro passo para ter um bom fluxo de caixa na agricultura. Pois isso permite saber quais são os clientes inadimplentes, os motivos que os levarão a não arcar com os compromissos e, além disso, ajuda você a evitar o pagamento de multas e juros desnecessários causados pelo esquecimento das datas dos vencimentos.

Com isso, será possível planejar melhor os gastos que serão realizados a fim de escolher o fornecedor mais adequado e definir quais estratégias serão usadas para aumentar a produtividade e, ao mesmo tempo, gerar economia para o negócio, como a possibilidade de investir em softwares que agilizam o trabalho e diminuem os custos de produção.

Separe as despesas pessoais e as despesas do negócio

Misturar as despesas pessoais com as do negócio é um erro seríssimo que é cometido pela maioria das pessoas independentemente do seu segmento. O problema maior nesse caso é que, como as contas não vão fechar, uma hora ou outra você não terá recursos suficientes para arcar com seus compromissos, seja de pagar fornecedores ou realizar investimentos.

O ideal é criar um pró-labore para você. Ou seja, defina um valor que será destinado ao seu salário e planeje suas finanças pessoais de acordo com ele. O restante deverá ser direcionado para a empresa.

Monitore o fluxo de caixa

Fazer um fluxo de caixa na agricultura vai muito além de anotar as receitas e despesas do negócio. Nesse momento, também é preciso monitorar essas ações para identificar possíveis gargalos que possam prejudicar a sua empresa como um todo.

Por meio desse monitoramento, você conseguirá verificar quais são os períodos sazonais do seu negócio e, então, criar ações estratégicas para driblar os períodos de poucas receitas — como aqueles que antecedem o plantio e, até mesmo, durante a safra, em que nenhuma receita é gerada e os gastos tendem a ser mais elevados.

Percebeu como o fluxo de caixa na agricultura é importante? Sem ele, você não consegue ter uma previsão de receitas nem saber quanto tem para investir em novos maquinários, por exemplo. Ele é umas das principais ferramentas de um negócio, por isso, jamais deve ser negligenciado.

Depois de entender um pouco mais sobre fluxo de caixa na agricultura, que tal saber como a tecnologia contribui para os produtores rurais? Boa leitura!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

cálculo de calagemcomo obter lucro em uma pequena propriedade rural
%d blogueiros gostam disto: