Confira 3 fatores que podem ser responsáveis pela perda da lavoura

 em Dicas, Seguro agrícola

Segundo um relatório do Global Soil Forum, nos últimos 50 anos, a quantidade de terra agriculturável per capita reduziu em torno de 50% em todo o planeta, resultando em um problema significativo para o ramo da agricultura: perda de lavoura.

Entre os motivos para que essa realidade venha se consolidando, estão: a degradação do solo, a ocorrência de doenças e pragas, as condições climáticas desfavoráveis, a poluição química, entre outros fatores.

Por isso, neste conteúdo, separamos uma série de informações importantes sobre os motivos que causam a perda da lavoura, os riscos que esse problema pode gerar e as formas de evitá-los. Acompanhe a leitura para saber mais!

Quais são os riscos que a perda de lavoura pode causar?

Todos os empreendedores que atuam no setor rural, assim como os trabalhadores do segmento, sabem que a incerteza é algo que faz parte da profissão. Diferentemente de uma linha de montagem industrial, a realidade é que o campo é vulnerável a diversos aspectos externos, como condições climáticas e do solo.

Além disso, uma safra pode levar meses para se completar, o que torna a reversão imediata dos prejuízos praticamente impossível. Entre os riscos que a perda de lavoura pode causar, estão:

  • de produção — são os problemas que têm ligação direta com o período entre o plantio e a colheita;
  • de mercado — oscilações nos preços que podem variar positiva ou negativamente, comprometendo a lucratividade do agricultor;
  • financeiro — se a perda de lavoura se torna constante, o empreendedor rural não prospera e pode entrar em inadimplência por conta de dívidas antigas.

Quais são os motivos que causam a perda da lavoura?

Existem diversos fatores climáticos e, até mesmo, logísticos que podem levar à perda de lavoura, afetando a produção no meio agrícola. Neste tópico, mostraremos alguns dos principais.

1. Compactação do solo

Certamente, uma das maiores causas de perda de produtividade em lavouras é a compactação do solo, pois ela dificulta a retenção de água, o que influencia no rendimento das plantas.

Portanto, é imprescindível que o produtor rural sempre avalie a compactação do campo. Há diversas maneiras para analisar essa questão, desde o uso de instrumentos de mediação até a abertura de uma trincheira.

É importante destacar que a avaliação de perda de lavoura deve ser feita com base em números e registros precisos, para evitar impressões ou suspeitas de que o solo está compactado.

3. Condições climáticas

Com exceção de algumas culturas irrigadas, como cebola e alho, a perda de lavoura ocorre nas demais por conta da falta de umidade. No trigo, por exemplo, ocorre bastante prejuízo na produção devido aos períodos de falta de chuva.

As plantas acabam não se desenvolvendo o suficiente, ficando mais baixas do que o normal. Além disso, a ausência de chuva acaba gerando impactos negativos na produção de leite, já que, com as pastagens secas, os criadores precisam optar por feno ou silagem.

O milho é uma das culturas mais afetadas por esse fator, pois as sementes não germinam direito por falta de umidade, o que faz com que as plantas não se desenvolvam.

3. Pragas e doenças

Outro motivo pelo qual há incidência de perda da lavoura é a presença de fungos e insetos que causam doenças nas plantações imediatamente antes da colheita, em especial nas culturas de milho. Além de provocarem perdas nos campos, afetam os produtos armazenados posteriormente.

As doenças mais comuns que ocorrem por conta desses aspectos, reduzindo o rendimento da colheita, são conhecidas como podridão de Penicillium — que provoca perdas nos grãos já armazenados — e a podridão da espiga (vermelha, rosada e branca).

Já os insetos que trazem danos à lavoura são conhecidos como pragas de final de ciclo. Entre eles, destacam-se os besouros pequenos, que perfuram os grãos para inserir seus ovos ainda na espiga, conhecidos como gorgulhos.

Como calcular as perdas de produtividade da lavoura e evitar que aconteçam?

Como já foi dito, o produtor rural precisa contar com meios para calcular a perda de lavoura e de produtividade, sempre utilizando instrumentos de medição ou, até mesmo, serviços de assessoria especializada, que farão a mediação da qualidade do solo e tomarão as melhores medidas para evitar essa realidade.

Como você pôde conferir, a perda de lavoura é um grande problema no setor de produção rural, causada por diversos fatores externos e internos, como condições climáticas, doenças, pragas e compactação do solo. É imprescindível contornar esses problemas para não perder produtividade e, é claro, a lucratividade.

Gostou deste conteúdo? Então confira também nosso post logística no agronegócio: como melhorar o transporte da produção na lavoura?

Powered by Rock Convert
Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

entressafra
%d blogueiros gostam disto: