Repasse de crédito do BNDES: saiba como adquirir

 em BNDES

Afinal, como adquirir o repasse de crédito do BNDES? Responsável por incentivar o crescimento de diferentes setores do Brasil, o empréstimo por meio desse banco de fomento é uma alternativa para pequenas, médias e grandes empresas.

No entanto, o agravamento da crise econômica e a consequente inadimplência aumentaram o desafio das instituições responsáveis por intermediar a transação de recursos do banco ao empreendedor.

Como veremos ao longo deste texto, a automação de processos surge nesse contexto como uma solução para aumentar a segurança e índice de sucesso da operação.

A seguir, você saberá como funciona a operação de crédito do BNDES, de que forma a automação aperfeiçoa o repasse e quais são os benefícios trazidos por essa prática à instituição financeira. Por fim, você conhecerá os diferenciais da Softfocus no desenvolvimento e implementação desse tipo de solução. Boa leitura!

Entenda o repasse de crédito do BNDES

Atualmente, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) disponibilizada duas formas para a aquisição de recursos financeiros: por meio de operação direta ou indireta. Entenda cada uma:

Operação Direta

Nesse modelo, o interessado no crédito precisa entrar em contato diretamente com o BNDES. A partir do site da instituição, deve-se efetuar o cadastro e fornece as informações exigidas. Existe uma série de critérios para o enquadramento, como valores, prazos e constituição da empresa.

Operação Indireta

A operação com crédito indireto acontece por meio de agente financeiro do próprio BNDES. Esse é o modelo utilizado pela Cresol Baser, por exemplo. Maior cooperativa de crédito rural do Brasil, a instituição é referência no repasse de crédito para agricultores familiares com recursos do BNDES.

Marcos Olair Kempf, coordenador da Carteira de Crédito da Central Cresol Baser, explica como funciona o processo: “O sistema Cresol se credencia no BNDES, que faz uma análise rating da instituição e verifica a parte legal do processo”.

Para acessar o crédito do BNDES como agente financeiro, é preciso estar autorizado pelo Banco Central. A partir disso, devem ser cumpridas exigências solicitadas pelo BNDES para enquadramento da instituição.

A partir da autorização do banco, o agente financeiro consegue buscar recursos de custeio de lavoura, por exemplo. Nesse caso, é retirado o aporte financeiro para o ciclo produtivo do empreendimento a ser financiado.

Kempf explica como o processo funciona na prática: “No financiamento para o plantio de soja, por meio do credenciamento junto à instituição, há a busca de recurso necessário para desenvolver a lavoura no ciclo da planta. Isso inclui custos como: insumos, defensivos e mão de obra”.

Após o credenciamento no BNDES, a Cresol atribui um limite, que pode ser repassado aos cooperados conforme a exigência do crédito rural, de acordo com o Manual de Crédito (MCR).

Saiba como a automação pode facilitar o repasse de crédito do BNDES

A automação é uma das características fundamentais em qualquer operação, sobretudo financeira. Sem ela, enfrenta-se a perda de competitividade, além de dificuldades para o cumprimento de exigências para o repasse de crédito.

No caso da Cresol, explica Marcos Kempf, o sistema desenvolvido pela Softfocus padronizou os processos e o fluxo de informações, de forma que eles atendessem às normas vigentes do crédito rural.

“Com a automação, a contratação fica mais ágil, há maior segurança e é possível se blindar com as partes relacionadas às normas do crédito. Tudo isso nos coloca em uma posição competitiva diante das demais instituições financeiras”, destaca Kempf.

O coordenador da carteira de crédito revela ainda que a automação de sistemas foi determinante para que a Cresol alcançasse os objetivos traçados pela diretoria.  “Se realizado de outra forma, seria preciso maior quantidade de pessoas envolvidas  e seria grande o risco de fazer isso de forma incorreta”, avalia.

O novo formato possibilita a redução do número de funcionários para controlar os procedimentos internos. A mão de obra fica encarregada das partes mais operacionais, como a inserção de dados no sistema.

Além disso, a comunicação entre Cresol e BNDES é feita diretamente pelas máquinas. Isso porque a Softfocus foi uma das pioneiras a testar BNDES Online, ambiente virtual criado pelo banco para facilitar a troca de informações.

Conheça os benefícios da automação de repasse de crédito do BNDES

Automatizar o repasse de crédito oportuniza uma série de vantagens para a instituição financeira. Conheça as principais:

  • redução de despesas: o custo operacional, causado por retrabalho, diminui significativamente;
  • agilidade: o sistema realiza procedimentos de forma automática, garantindo a celeridade das ações;
  • decisões fundamentadas: a partir da padronização dos processos, é possível fundamentar a tomada de decisão com mais assertividade;
  • alta produtividade: o volume de transações analisadas torna-se muito maior, o que resulta no aumento de receita para a instituição.

Avalie os diferenciais da Softfocus

A Softfocus, em relação às demais empresas que automatizam processos de repasse de crédito no mercado, é especializada em transações de crédito rural. Os profissionais participam de treinamentos na Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e conhecem em detalhes os procedimentos dessa área.

“Isso mostra excelência no desenvolvimento atrelada com o conhecimento acadêmico e da regra, construindo um sistema de software aliado à expertise das pessoas que o operacionalizam”, aponta Marcos Kempf, da Cresol Baser.

Kempf avalia ainda que a Softfocus está sempre preocupada em formatar os processos em conformidade com as normas e está disposta a buscar inovações para aperfeiçoar a atividade.

O repasse de crédito do BNDES, portanto, ocorrer por meio de operação direta ou indireta. No segundo caso, é realizado com a intermediação de um agente financeiro especializado. É o que acontece com a Cresol Baser, instituição referência na transmissão de crédito aos seus cooperados.

Para aperfeiçoar os seus processos e aumentar o nível de sucesso das transações, a Cresol investiu em automação. A partir de então, observou a redução de despesas com a eliminação de retrabalhos, tornou o fluxo de informações mais ágil, aumentou a produtividade e, como consequência, melhorou os seus resultados.

Está procurando soluções com sistemas de alta tecnologia? Então, entre em contato conosco e conheça melhor o serviço de quem tem mais de 12 anos de experiência em atender e levar soluções para instituições financeiras.

Powered by Rock Convert
Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

capital de giro
%d blogueiros gostam disto: