Saiba como conseguir crédito BNDES para sua empresa

 em BNDES

Obter a concessão de crédito BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) é o desejo de muitas empresas, independentemente do porte, que planejam investir em reformas prediais, adquirir novos equipamentos e ferramentas, ter capital de giro, aumentar a frota, entre outros itens e serviços essenciais para o crescimento no mercado.

Mas o que é exatamente o BNDES e por que recorrer a essa instituição é uma boa ideia? Diferentemente dos bancos convencionais, o BNDES, órgão público vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, tem o propósito específico de fornecer suporte financeiro para impulsionar atividades nas áreas econômicas.

Segundo o próprio BNDES, a missão da instituição é de: “promover o desenvolvimento sustentável e competitivo da economia brasileira, com geração de empregos e redução das desigualdades sociais e regionais”. Portanto, desde que para contribuir com atividades econômicas, recorrer ao BNDES é um excelente meio disponível para conseguir aquele sonhado aporte financeiro.

Contudo, será que é fácil ter a aprovação do banco para financiar os investimentos do seu negócio? Como o processo funciona? As vantagens são significativamente maiores em comparação aos outros bancos? Neste artigo, além de respondermos a esses questionamentos, nós ensinaremos você a conseguir seu crédito BNDES. Vamos começar?

Como funciona a concessão?

A concessão do crédito BNDES é feita às empresas de todos os portes, desde que sejam instaladas no Brasil (mesmo que estrangeiras) ou:

  • administração pública;
  • cooperativas;
  • empresários individuais, formais e informais, inscritos no CNPJ;
  • pessoas físicas elegíveis para concessão;
  • associações.

A notável mudança em relação ao que se via até os últimos anos é o foco direcionado às micro, pequenas e médias empresas, por meio dos programas Microcrédito e BNDES Giro, desvinculando o BNDES da imagem de “parceiro dos grandes negócios, exclusivamente”.

A ideia é estimular a economia apoiando esses setores, acreditando na recuperação econômica e nos impactos positivos que serão gerados em longo prazo. Contudo, é natural que haja um receio quanto a solicitar financiamento não sendo uma grande empresa, dado o rigor do BNDES em suas análises de crédito.

Mesmo que consideremos a maior possibilidade de inadimplência por parte das empresas menores, nada mudou quanto ao rigor do BNDES para a concessão. Isso porque, para conseguir e manter o financiamento, as empresas passam por avaliação e monitoramento dos projetos, isto é, antes de receber o dinheiro, elas devem se comprometer ao cumprimento de metas que serão avaliadas na conclusão.

Outra condição que permitiu ao BNDES migrar o foco para as menores empresas é a inclusão de uma nova modalidade de garantia, a qual aceita recebíveis — essencial para quem não tem garantias reais a oferecer.

Que vantagens tem a empresa ao obter crédito BNDES?

Condições facilitadas

Em termos de taxas de juros, prazos e carência, o BNDES oferece ótimas condições — as quais dificilmente seriam encontradas nas instituições convencionais, como os bancos mais conhecidos na praça. Dessa maneira, a sua empresa obtém o empréstimo sabendo que o orçamento não será comprometido em curto prazo.

Possibilidade de parceria

Conforme a empresa que recebe o crédito BNDES fica em dia com a prestação de contas, evitando a inadimplência, ela passa a construir uma relação de parceria com o Governo — o que facilita significativamente a aquisição de novos financiamentos.

Reputação no mercado

A reputação não se limita à relação entre sua empresa e o BNDES, pois ela abrange o mercado como um todo. Isso é justificado pela organização financeira e idoneidade, comprovadas pelo elo com o banco, ou seja, somente empresas que se mostram confiáveis têm o BNDES como parceiro, detalhe atrativo aos clientes e potenciais parceiros.

Foco nas empresas MPME

Atualmente, o BNDES oferece suas ótimas condições não somente às grandes empresas, mas, principalmente, àquelas classificadas como MPME (Micro, Pequena e Média empresa) e microempreendedores (formais e informais), por meio de produtos como BNDES Microcrédito e BNDES Giro.

Isso significa que a maioria das empresas no Brasil, desde que elegíveis, têm condições de conseguir crédito BNDES, portanto, podem contar com as mesmas facilitações que a instituição concede às grandes corporações, separando as devidas proporções relativas ao montante financiado.

Quais são os tipos de créditos oferecidos?

O BNDES oferece diferentes linhas de crédito que se encaixam à variedade de perfis e necessidades, sendo elas:

  • BNDES Automático, destinado a projetos cujo valor máximo seja R$10 milhões, podendo ser solicitado direta ou indiretamente;
  • FINEM, para solicitações iguais ou superiores a R$10 milhões;
  • FINAME, financiamento indireto que disponibiliza crédito para fins específicos, como aquisição de equipamentos novos — contanto que estejam credenciados com o BNDES;
  • Cartão BNDES, voltado para MPMEs, o cartão, emitido por instituições financeiras (Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Itaú, entre outros) fornece crédito rotativo de R$1 milhão para compra de produtos credenciados no portal do BNDES;
  • BNDES Exim, linha de crédito para exportação de bens e serviços nacionais;
  • BNDES Exim pré e pós-embarque, que oferece suporte às empresas exportadoras;
  • BNDES Progerem, voltado para empresas que visam aumentar a produção, gerando novos empregos e acréscimos salariais, o crédito BNDES Progerem oferece condições especiais de apoio ao capital de giro.

Como conseguir crédito BNDES?

A sua empresa tem duas opções para solicitar o crédito pelo BNDES: direta e indiretamente. O primeiro modo consiste na interação direta entre solicitante e o banco; essa opção costuma ser atendida pelos projetos BNDES Finem, para financiamentos acima de R$20 milhões (salvo as exceções descritas no site oficial).

Observação: de acordo com o BNDES, a elegibilidade da empresa para conseguir crédito via apoio direto se confirma mediante enquadramento nas seguintes condições:

  • possuir Indicador financeiro [(Divida Líquida) / (EBITDA)] menor ou igual a 6,0 (seis), apurado com base nas Demonstrações Financeiras (combinadas ou consolidadas) do Grupo Econômico ou da Empresa;
  • se não houver Grupo Econômico, do exercício fiscal mais recente para protocolo de solicitação de financiamento realizado a partir de 01/05/18, o balanço auditado do Grupo ou da Empresa deverá, obrigatoriamente, ser referente ao exercício de 2017;
  • para protocolos realizados até 30/04/18 poderá ser aceito balanço auditado do Grupo ou da Empresa referente ao exercício de 2016), auditadas por empresa de auditoria independente cadastrada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM); ou
  • apresentar, como garantia, fiança bancária.

O modo indireto, por sua vez, requer um intermediário (agente repassador) que se responsabilizará pela análise do financiamento, ou seja, o agente repassador, representado por uma instituição credenciada no BNDES, tem autonomia para aceitar ou recusar a solicitação, bem como negociar condições.

Reiterando que as condições financeiras são melhores na medida em que o projeto oferecer benefícios à sociedade, já que essa é uma das prioridades do BNDES. Por Exemplo, um projeto que venha a gerar empregos, melhorias na educação e impactos ambientais positivos, contribuindo para o desenvolvimento da região, são priorizados pelo banco.

O que achou da ideia de conseguir crédito BNDES? Acredita que as nossas dicas possam ser úteis para o mundo corporativo? Ajude a disseminar o conhecimento: compartilhe o conteúdo nas redes sociais!
 

Powered by Rock Convert
Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Microcrédito5 Cs do crédito
%d blogueiros gostam disto: